Conserva de pimenta simples e sem mistérios

Conserva de pimenta simples e sem mistérios


Pimentas mais ou menos ardidas podem ser o ingrediente principal de molhos e conservas, para depois irem direto incrementar suas receitas. Quem gosta de um sabor picante também vai gostar de aprender mais um jeito de manter as amadas pimentas prontas para o uso por mais tempo. Além de congelar as pimentas (como mostrei AQUI), você pode preparar uma conserva bem facinha, sem mistérios, firulas ou ingredientes especiais, e ter tanto as próprias pimentas para usar quanto um molhinho para salpicar direto no prato.

Como já falei aqui no blog, sou fã e acompanho há algum tempo o fórum Pimentas.org. Não sei se as pessoas continuam participando tanto quanto antes, mas o site acabou se tornando um acervo incrível de informações sobre pimenta. Entrei no tópico de conservas e, em meio a diversas recomendações e experiências, adaptei várias dicas e resolvi fazer uma conserva de pimenta do modo mais simples possível. Você pode usar a pimenta que quiser e, no futuro, incrementar essa conserva de base com variedade de pimentas, alho, louro e outras ervas (as secas conservam melhor!).


Conserva de pimenta simples
(As quantidades vão depender do pote escolhido)

Pimentas (usei dedo-de-moça)
Água
Vinagre
Sal
Você também precisará de: pote de vidro com tampa de metal

Higienizando as pimentas: proceda do mesmo modo que indiquei AQUI, preparando as pimentas e deixando-as de molho em uma solução de hipoclorito.
Após higienizadas e secas, corte as pimentas em pedaços. Atenção: use luvas para manipular pimentas, para não ficar com os dedos ardidos por dias, rs. Como a dedo-de-moça é longa, cortei na metade pelo comprimento e depois ainda cortei pelo meio na largura, mas, mesmo em pimentas pequenas, é importante fazer pelo menos um corte no comprimento, para que o líquido da conserva chegue também ao interior da pimenta. Reserve.


Esterilizando o pote: coloque em uma panela água o suficiente para cobrir o pote de vidro, quando começar a ferver, mergulhe o pote (vire-o para a água entrar dentro do pote também) e a tampa na panela e deixe em fervura no fogo baixo por uns 10-15 minutos. Tem gente que coloca um pano de prato no fundo (dentro) da panela para o pote não ficar batendo, não faço isso. Meus potes ficam meio poc-poc, mas nunca trincaram ou quebraram. Após o tempo recomendado, tire o pote da água com uma pinça e deixe pote e tampa secarem de cabeça para baixo em cima de um pano de prato ou papel toalha.
 

Montando a conserva: pote seco, acomode os pedaços de pimenta dentro, coloque água fervida/filtrada misturada com sal* até metade do pote e complete o restante com vinagre de álcool. Tampe bem e deixe curtir em um cantinho (deixei na geladeira), sem abrir, por uns 5 dias. Nem sei se precisa, mas, pelo sim ou pelo não, depois de aberta mantenha a conserva na geladeira.

*Para um pote de 180 ml, coloquei 1 colher de café de sal.

O caldinho da conserva ficou bom demais, testamos a primeira vez aqui em casa em cima de um cozido de peixe, que coisa boa. Vi no fórum que não é bom usar utensílios de metal para pescar a pimenta ou o molhinho na conserva, pois a mesma pode oxidar, use uma colherinha de plástico para isso.

Atualização em 14.09.12 - A conserva segue firme e forte! Depois de aberta, mantenho na geladeira, uso os pedacinhos de pimenta para cozinhar (estão perfeitas e intactas) e ainda jogo o caldinho na comida, que a essa altura está altamente apurado :)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dica: FLAMBAR ALIMENTOS: O QUE É? PRA QUE SERVE?

Geléia de Jambo

Dica: ACABAR COM CARUNCHO / GORGULHO